Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento

A Inovação, atrelada à Pesquisa e Desenvolvimento, é tema material para a Companhia, cujas iniciativas são desenvolvidas por diversas diretorias, principalmente no que diz respeito à cultura de inovação.

Além da cultura, melhorias significativas estão sendo implementadas nos processos. Destaca-se, por exemplo, a criação do setor de inovação no âmbito da Diretoria de Desenvolvimento de Negócios, cuja atuação promoveu a inserção do tema inovação como parte da Política de Investimentos da Companhia concomitante à instituição do Comitê de Investimento e Inovação, com o objetivo de acelerar iniciativas de interesse do Grupo. Deste modo, a Empresa passa a destinar uma reserva de recursos para investimento em projetos de inovação, além dos recursos tradicionalmente já destinados ao programa regulado de P&D da Aneel.

Como desdobramento desta iniciativa, a Copel implementou o Programa de Inovação Aberta com startups, COPEL VOLT. O Programa é uma iniciativa inserida na estratégia de inovação alinhada à estratégia corporativa e visa a aproveitar a sinergia dos ecossistemas de inovação e a agilidade das startups para implementar soluções, gerando valor para os stakeholders da Copel.

Dessa forma, o programa visa dar agilidade no desenvolvimento de novos produtos e serviços para implementação de novos negócios e a inserção em novos mercados. A inovação aberta é um modelo que as empresas estão adotando cada vez mais em resposta a um mundo crescentemente caracterizado pelas entidades de negócios globais e pela partilha aberta de informações.

A proposta da Copel visa ao aumento e à aceleração desses esforços, impulsionando o ecossistema de modo a solucionar para a corporação problemas técnicos e suprir as capacidades requeridas. As ações da Companhia, relacionadas à inovação, estão diretamente ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela ONU, dos quais a Copel é signatária.

Além disso, a Copel firmou um acordo de cooperação técnica com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) para a utilização de um sandbox tecnológico, ou laboratório vivo de tecnologias para Smart Cities, denominado Living Lab. O espaço, que também conta com a parceria do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), está localizado na cidade de Foz do Iguaçu e servirá à implementação de ações voltadas ao interesse público, viabilizando o incentivo à adoção de políticas sustentáveis e difusão de modelos de negócios inovadores em mobilidade urbana e cidades inteligentes, promovendo toda a cadeia produtiva associada.

As estruturas dos ambientes de demonstração da ABDI, no Estado do Paraná, estarão disponíveis para que a Copel faça a implementação e testes de soluções tecnológicas relacionadas à Cidades Inteligentes, seja por meio de ações diretas, ou indiretamente, via parceiros ou startups selecionadas no Programa de Inovação Aberta.

Inovação

A inovação consta como um dos valores da Copel em seu referencial estratégico. Nas diretrizes estratégicas corporativas, consta a necessidade de fomentar a inovação como alavanca do crescimento, do aumento da satisfação e da fidelização de clientes e do aprimoramento de processos.

Considerando a temática inovação como fator chave para o crescimento sustentado, viabilidade e aumento do bem-estar e desenvolvimento da sociedade, a inovação na Copel deixou de ser um assunto somente das áreas de pesquisa e desenvolvimento para se tornar uma busca de toda a Companhia. A Copel vê clara a importância da inovação para manter-se ativa e forte nos mercados onde atua.

Pesquisa e Desenvolvimento

A Copel conta com um programa consolidado voltado à realização de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) desde 2000, que destina recursos para projetos de pesquisa científica e tecnológica seguindo os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, priorizando a obtenção de resultados de aplicação prática, com foco na criação e no aperfeiçoamento de produtos, processos, metodologias e técnicas.

banner-carrossel-5-governanca